Remarketing no Google Ads: Porque fazer

Publicado em: 24 de maio de 2022

Remarketing no Google Ads: Porque fazer

Remarketing no Google Ads

Você já acessou algum site e sentiu que um produto ou marca está sempre te acompanhando? Pois isso é o Remarketing no Google Ads, também conhecido como Google Remarketing Display Ads.

Essa situação geralmente acontece quando você acessa um site, principalmente loja, e sai de lá sem levar nada, provavelmente de alguma forma já entrou no banco de dados do site.

Em algumas situações, este remarketing traz resultados e o cliente acaba comprando. Além disso, diferentemente das campanhas de Remarketing por E-mail, as campanhas pelo Google Ads são feitas de forma sutil. Isso porque seus anúncios aparecem de forma discreta.

Quando você faz uma campanha de E-mail Marketing de forma incisiva, insistindo bastante, pode acabar incomodando e afastando o seu cliente.

O Remarketing é poderoso e capaz de impactar milhares de pessoas, convertendo anúncios em vendas.

Mas afinal, o que é o remarketing?

Ele representa os anúncios para pessoas que visitaram o seu Website ou o seu aplicativo para smartphones e tablets. Desta forma, ele irá achar alguma forma de interagir novamente com este público em diferentes dispositivos.

O Remarketing é uma estratégia bastante poderosa dentro do Marketing, principalmente nos dias de hoje, onde todos estão ativos dentro do meio virtual.

Por conta disso, é fundamental utilizar essa estratégia. Quando o possível cliente sai de seu site ou aplicativo, é bastante comum que ele esqueça depois. Isso porque está ainda na fase de pesquisa. Sendo assim, a função do Remarketing é relembrar que o produto ainda está lá esperando por ela, e em algumas ocasiões com alguma oferta especial.

Outra forma que essa estratégia pode ser chamada é retargeting. Porém há diferenças entre os termos, e você verá mais à frente.

O Remarketing por sua vez, é definido ao pé da letra como: Fazer marketing mais de uma vez para uma mesma pessoa.

No sentido literal é “vencer o cliente por insistir”.

Remarketing x Retargeting

Remarketing x Retargeting

Qual a diferença entre Remarketing e Retargeting?

Os dois termos significam praticamente a mesma coisa. Entretanto, um é o nome que marca o outro.

Pode se dizer assim, porque o Google dá o nome de sua ferramenta para retargeting de “remarketing.

Além do Google, há outras ferramentas que oferecem absolutamente o mesmo serviço, por exemplo: Retargeter e Adroll. Além disso, ambas utilizam “retargeting” como o termo mesmo.

Pode-se dizer que funciona mais ou menos da mesma forma que “Macarrão instantâneo” e “miojo”.

Como fazer a integração de remarketing no Google Ads e Retargeting?

Já citamos anteriormente que o remarketing é responsável por atingir pessoas que já visitaram o seu site anteriormente. Eles têm um potencial de vendas maior do que pessoas que não conhecem sua marca. Eles poderão encontrar os seus anúncios tanto em portais quanto nas redes sociais, inclusive no YouTube.

Falando de forma mais ampla, a sua campanha de remarketing será mostrada toda vez que o seu cliente navegar pela “Rede de display do Google. Ou seja, todos os sites que estão dentro deste ciclo, ou caso o cliente pesquise novamente alguma palavra-chave que esteja relacionada ao seu serviço ou produto no buscador.

Remarketing na Rede de Display

Remarketing na Rede de Display

Por que devo investir em Remarketing no Google Ads?

Dizendo de maneira curta e grossa: Se você quer converter os leads que passaram por seu site, essa é a melhor estratégia. Isso porque, a probabilidade de vendas é bem maior do que com pessoas que não conhecem a marca.

Se você empreende há algum tempo em lojas online, deve saber que raramente um cliente compra algum de seus produtos ou serviços logo de cara. Afinal, curioso é o que mais encontramos na internet.

Há duas formas das pessoas realizarem sua pesquisa: Ou por urgência, ou planeja adquirir o produto à médio/longo prazo. Por conta deste segundo fator, a estratégia de remarketing torna-se ainda mais importante.

É normal que o cliente se planeje antes de adquirir o seu produto, ainda mais se for de alto custo. Antes dele fechar uma compra ele analisa suas finanças e possibilidades (ofertas e promoções de concorrentes).

O Remarketing impulsiona as suas chances do cliente retornar ao seu site e comprar. Sua marca torna-se mais relevante para ele. Em alguns anúncios do Google Ads, o seu patrocinado aparece na parte superior das primeiras páginas do Google dependendo do termo pesquisado pelo cliente.

Após o cliente fazer uma busca no Google e encontrar o seu site, os cookies do navegador irá enviar uma tag para ele. A mesma chega até você, e com ela você pode ter informações importantíssimas para criar uma campanha voltada diretamente para essas pessoas.

Tipos de campanha no Google Ads

Existem dois tipos de campanha que você pode fazer através do Google Ads.

1.Remarketing na rede de display

Essa rede é um grupo de sites parceiros do Google, que oferecem espaços em seus portais para que tenham anúncios pagos.

Normalmente, estes espaços são utilizados através de banners ou anúncios de texto. Normalmente este tipo de anúncio é encontrado em portais e blogs.

Remarketing na rede de pesquisa

Remarketing na rede de pesquisa

2. Na rede de pesquisa

Quem utiliza a internet está sempre buscando várias vezes o mesmo produto ou serviço, até que por fim realizem a compra.

Por conta disso, as campanhas de remarketing dentro desta rede são fundamentais. Isso porque, estes resultados são mostrado dentro do Google como um anúncio de texto.

Como faço uma lista de Remarketing no Ads?

Primeiramente, insira uma tag dentro de seu site para que todos os dados do cliente sejam capturados. Isso mesmo antes de fazer a sua lista.

Como conseguir essa tag?

Para isso, você deve acessar o Google Ads, clicar na opção “origens” e ir em “público-alvo” e por fim, ir em tag do Google ads e fazer a configuração dela. Você pode incluir a tag dentro de seu site através do “Tag Manager”, ou programar dentro de seu site através de códigos.

O que fazer quando a tag já está no site

Você deve acessar a biblioteca compartilhada presente no menu do Google Ads. Logo após, vá em “gerenciador de público-alvo”, e acesse lista de público-alvo

Logo após, acesse o botão para adicionar e selecione “visitantes no site”.

Quando clicar nessa parte, aparecerá outras opções de listas, como de usuários de YouTube, lista de clientes e também quem utiliza aplicativos.

Desta forma, faça a configuração da lista e confirme os tópicos solicitados pelo Google Ads. Importante: Lembre-seque você deve ter a tag configurada de forma correta dentro de seu site para que a lista funcione.

Preencha todos os dados de acordo com a sua estratégia e crie um público-alvo.

O Google permite que você crie mais de uma lista, que podem variar de estratégia para estratégia. Por exemplo para quem colocou o produto no carrinho e não finalizou a compra.

Fazemos tudo isso por você

Nós, da Agência We Digital contamos com profissionais especializados em campanhas de Google Ads. Além disso, caso ache necessário, também trabalhamos com Facebook Ads.

Você está pronto para ver os seus

RESULTADOS DECOLAREM?

Fale agora com nosso time e agende um mapeamento gratuito de todas as oportunidades digitais disponíveis para o seu negócio.
Image
Image